Serenidade

Sensibilidade...

01 março 2008

Contracorrente

(Foto de Serenidade)



Apodera-se o cansaço,
sinto-o como um fracasso.
Coração o corpo contraria,
lado esquerdo, apenas sente alegria.
Canastro densificado,
espírito amargurado.
Batalha não vencida,
vida que se ambiciona luzidia.
Apodera-se o céu carregado,
círio, pelas cinzas nuvens, ofuscado.
Rio de salgado licor,
corre sem qualquer sabor.
Fonte oculta, latente,
não quero mais presente.
Vai para longe fel bilioso,
vem doce mel harmonioso.
Vibra em mim, o Cosmos, sua melodia,
no baú das leis da próspera alegria.
Gritam os átomos que tudo o que queremos,
concretiza-se pelos pensamentos que no presente tracemos.
Apodera-se no canastro a fraqueza,
alma liberta-se, das grilhetas, com sua beleza.
Expressiva na forma de ser,
atira para longe o negro que aparecer.
Vem luz, energiza o corpo,
que de denso se tornará luminoso.
Afasta mente, as cenas não almejadas,
incumbe-te sentir os sonhos ambicionados.
Afasta coração, a dor de outrora,
abrilhanta-te com o Amor de agora.

"Os dias prósperos não vêm por acaso. São granjeados, como as searas, com muita fadiga e com muitos intervalos de desalento."

Camilo Castelo Branco

11 Comments:

At 2/3/08 00:39, Blogger Lira said...

«Rio de salgado licor,
corre sem qualquer sabor.»


Gostei desta frase pela simples razão de me sentir por vezes assim: aparento ter um sabor bom no meu sorriso mas por de tras deste sorriso escondesse uma alma sem sabor algum, nem doce nem salagado...


«Afasta coração, a dor de outrora,
abrilhanta-te com o Amor de agora.»

Mas felizmente há momentos em que o coração faz o que tu escreves-te e a luz e a cor volta a brilhar e a alma volta a ganhar sabor!

Como sabes, escreves magnificamente bem!! Gostei do teu lindo poema!!!

beijinhos com sabor a palavras soltas e com sabor doce

 
At 2/3/08 05:36, Blogger Black Rose said...

Nem todas as sementes despontam na Primavera, mas os campos surgem cobertos por um fino manto de luzidias cores...

 
At 2/3/08 16:21, Blogger As Sombras de Fim do Dia said...

Cuidado com a cama que fazes, pois é nela que te vais deitar.

A nossa vida é um jardim, e devemos cuidar dela, tal e qual, não podemos esperar rosas e malmequeres, se não fizermos por isso.

:) Espero que tenhas tido um bom fim de semana, pois está quase a acabar......

beijinhos

 
At 3/3/08 09:06, Anonymous Secreta said...

Por vezes precisamos disso mesmo , deixar para trás o que já passou. Esquecer as mágoas e dor e voltar a sonhar.
Beijito.

 
At 3/3/08 09:31, Blogger @zulebranco said...

A vida é como o mundo que nos envolve tem planicies, montanhas e abismos, compete-nos conseguir equilibrar como a natureza se equilibra com tempestades e bonanças, e fazer com que tudo valha a pena.
Gostei da forma de escrita, Camilo foi um bom escritor, apesar de a sua escrita ser tragédias escândalos e desgraças...dessa época aprecio muito mais Eça de Queiroz.....Gostos.... Sorriso grande para ti

 
At 4/3/08 01:15, Blogger Kapikua said...

senti-me dentro do teu poema...

e a frase do Camilo ajudou a dar-me alento

Beijo

 
At 4/3/08 11:49, Blogger Professorinha said...

Espírito amargurado... é isso mesmo! Na mouche!!

Este poema vem mesmo ao encontro do meu estado de espírito!

Beijos

 
At 4/3/08 21:34, Blogger Carpe Diem = ) said...

Gostaria de a convidar para se atrever a espreitar o meu blog que muito recentemente foi criado pela minha pessoa.
Aproveito para mencionar que aprecio bastante o seu e que ficaria estremamente entusiasmada se me dessa a honra de um comentario na minha humilde casa.
Um abrço

 
At 4/3/08 21:36, Blogger Carpe Diem = ) said...

Gostaria de a convidar para se atrever a espreitar o meu blog que muito recentemente foi criado pela minha pessoa.
Aproveito para mencionar que aprecio bastante o seu e que ficaria estremamente entusiasmada se me dessa a honra de um comentario na minha humilde casa.
Um abrço

 
At 4/3/08 22:46, Blogger gasolina said...

Palavras que formam frases fortes, quase pragmáticas.

Obrigado pela gentil visita.

Fica bem.

 
At 5/3/08 18:38, Blogger Plum said...

Perfeita a frase de Camili Castelo Branco!***

 

Enviar um comentário

<< Home

Free counter and web stats