Serenidade

Sensibilidade...

11 maio 2011

Espelhas




(Foto de Serenidade)








Reflectes o meu rosto puro,
não alteras nem um único traço inseguro,
és pedras angular, polida, pelo tempo sem tempo,
reproduzes fielmente qualquer contratempo,
os vincos das emoções, incrustados,
surgem de quando em vez camuflados.
Reproduzes o que em mim se encontra,
por vezes uma bonita, outras, desfeita, montra,
organizada, com beleza e perfeição,
constantemente em continua construção.
Espelhas o meu sincero sorriso,
as minhas lágrimas num movimento conciso,
as imperfeições do meu Ser em edificação,
todas e qual que seja a emoção.






"A leitura de um bom livro é um diálogo incessante: O livro fala e a alma responde."
André Mourois



4 Comments:

At 16/5/11 13:46, Blogger @zulebranco said...

O espelho é isso mesmo....Um reflector.....Qem puro é....a imagem só assim pode ser.
Os sentidos como tu transmites só refectem o que tu és....A tua escrita é teu espelho.....
Bem hajas por seres assim
Sorriso Grannnnnnnde

 
At 16/5/11 15:44, Blogger Serenidade said...

Amigo,

obrigada pelo elogio. Só pode ter um coração gentil, quem vê a gentileza no coração do outro.

Serenos sorrisos.

 
At 30/5/11 23:02, Anonymous Sonho said...

Nunca se pode ter algo inseguro na vida,o amor terá que ser vivido intensamente e com bastante segurança,só assim conseguimos olhar ao espelho e sorrir pelo amor...Gostei imenso da pagina..Parabéns amiga,e Obrigado pela partilha....

 
At 4/6/11 17:29, Blogger IsaMar said...

Esse espelho de que escreves...também eu me reflito nele...
Quem Criou a Natureza, quiz que nunca o esquecesse, visse sempre seu rosto, sua beleza, através das nuvens, dos lírios do campo, do horizonte...
Quiz sempre que olhassemos e valorizassemos as pequenas coisas, para vermos mais além.

bjs

 

Enviar um comentário

<< Home

Free counter and web stats