Serenidade

Sensibilidade...

11 março 2011

O teu abraço


(Foto de Serenidade)


Sou grão de areia polido
no deserto da minha existência,
debato-me com os vendavais que aportam
levam-me com uma certa cadência.
Sou gota de água salgada
que teima em ser una na multidão,
com singularidade incompreendida
imbuída de uma colossal emoção.
Sou pássaro que voa sem destino
com direcção determinada,
no Universo infinito
à espera de uma nova madrugada.
Sou criança à espera do teu colo,
meigo e aconchegante.
Sou mulher desejando a tua chegada,
o teu abraço, a cada instante.


"Quem consegue ser o que sonhou durante dez minutos por dia já está a fazer um grande progresso."
Crónicas - Diálogos com o mestre - Paulo Coelho


1 Comments:

At 15/3/11 20:41, Blogger IsaMar said...

Sermos únicos e conseguirmos se-lo no nosso dia a dia é muito bom, nem que seja por 10 minutos.

um abraço deste lado do Atlântico.

 

Enviar um comentário

<< Home

Free counter and web stats