Serenidade

Sensibilidade...

15 novembro 2008

Sílfides

(Foto de Serenidade)


Elementar na forma de ser,
fluente no movimento suave,
vagueando ente as partículas atómicas,
zela pela Gaia desprotegida,
no humano enegrecida.
Apercebo-me do concerto,
que perdura em harmonia,
admirável sinfonia de sons,
reunidos e colhidos na brisa.
Passeias lá no alto,
na pureza do Cosmos,
instigas o bom ar,
transmutas-te, és volúvel,
no teu, meio humano, representar.
Por entre os ramos deste caos,
tua beleza é arco-íris luzente,
formosa e de alegria constante,
numa feminilidade patente.

"Não faça da sua vida um rascunho,
pois pode não dar tempo de passar a limpo."
André Rossato

8 Comments:

At 15/11/08 20:50, Blogger Menina do Rio said...

E em toda pureza, a beleza perdura...

Um beijinho e bom fim de semana!

 
At 16/11/08 00:22, Anonymous Anónimo said...

Iluminas o meu coração, obrigada.
Beijo
M.

 
At 16/11/08 03:52, Blogger Maria said...

Às vezes não tenho palavras para te comentar. Hoje é um desses dias...
Bom domingo.

Beijos

 
At 17/11/08 17:58, Blogger Tatiana said...

Confesso sair daqui mais leve!
Amei o que li, vi e ouvi!

Uma bela semana para vc!

Beijinhos

 
At 17/11/08 20:27, Blogger IsaMar said...

A Natureza tem a sua própria beleza...harmonia...

beijinhos

 
At 18/11/08 08:57, Blogger @zulebranco said...

Os sentidos e a razão nem sempre estão de mãos dadas, a voz do coração é importante, sem razão não temos civilidade....Sorriso grande para ti

 
At 18/11/08 11:05, Blogger Twlwyth said...

Transmutar... na doce feminilidade de sentir.

Beijo

 
At 19/11/08 14:31, Blogger Sei que existes said...

Lindo!
Beijocas grandes

 

Enviar um comentário

<< Home

Free counter and web stats