Serenidade

Sensibilidade...

01 junho 2008

Ciclo d'alma

(Foto de Serenidade)




Nasci de um regato de água transparente,
corri nas pedras que gritavam de contentamento,
pronunciavam a opressão e a turbulência,
aprisionada na pujança da sua falência,
meus ouvidos surdos sentiam o som,
agastado na correria da pronunciada emoção,
rejubilavam pela passagem de mim,
que circulava aligeirada pró ilusório fim,
morri nos braços poluídos de uma confluência,
às gotas de salgadas águas que corriam, fiz reverência,
viajei amedrontada, para lá das nuvens amarguradas,
nas asas do anjo, que me esperava, docemente embriagado,
o licor dos Deuses bebi, no além ressurgi,
enfastiada com a beleza desvaneci,
vi o branco e o cinzento, vi a astúcia da criação,
vi a mestria, vi o Amor que o Homem tem no coração.
Tanto nasci, quanto morri,
nos braços do Amor sempre permaneci,
num fluir de atropelos perfumados,
sinto-os fétidos no instante apresentado,
sangram as feridas, lambo-as com amargura,
curo-as com o sabor adocicado do sangue que perdura,
procuro o fluir sadio na correnteza do sanguinolento rio,
liberto-me das amarras criadas, a jusante, tal a pureza do riso,
equilibro o meu ser, na criança que se esconde amedrontada,
nomeio-a orientadora na remanescente caminhada,
onde o Amor, a Alegria e a Liberdade haverão de perdurar,
para mais tarde um novo nascimento, pós morte, se dar.
" Encara os factos como uma criança pequena e está preparado para abdicar de todas as tuas noções preconcebidas. Segue humildemente todo e qualquer abismo a que a natureza te conduz, senão nada aprenderás."
T. H. Huxley

15 Comments:

At 1/6/08 16:12, Blogger Maria said...

Já tinha saudades de passar por aqui...
Gostei de te ler.

Bom domingo

 
At 1/6/08 23:19, Blogger Joseph said...

Carla
Olá

Interpreto o teu maravilhoso poema como um ciclo d´alma, que partirá, por lá andará, vendo o amor que o Homem tem no coração, para mais tarde o ciclo de reabrir de novo.

O rio a que te referes na maioria dos teus poemas, é um rio qualquer?

Poema dedicado às crianças (Hoje é o dia delas), e um pensamento de Huxley, soberbo.

Boa semana.

Beijos ternos de carinho;)**

 
At 3/6/08 07:20, Blogger Branca said...

Deveriamos ser e viver sempre como uma criança de 2 anos:
sorridentes, bondosas e amigas!

Mas, a maioria não o faz...

Embora poucas pessoas o façam hoje, acredito que um dia serão muitas e que eu estarei rodeada delas...

O importante é alguém começar a faze-lo e depois é como uma bola de neve, à sua volta surgem mais a segiur esse caminho e assim sucessivamente...

É bom acreditar que será assim, digo eu...

Beijitos e boa semana amiga :)

 
At 3/6/08 08:27, Blogger @zulebranco said...

Sorriso grnde para ti

 
At 3/6/08 09:37, Blogger O Profeta said...

Mágnifico! É tremenda a forma como pintas sentires...


Doce beijo

 
At 3/6/08 14:50, Blogger Plum said...

Senti-me como um rio!***

 
At 3/6/08 16:12, Blogger poetaeusou . . . said...

*
amor, alegria, liberdade,
,
nem mais,
,
conchinhas
,
*

 
At 3/6/08 18:11, Blogger Menina do Rio said...

Nascemos e vivemos do amor e pelo amor e se sangramos é por amor também, cuja seiva escorre pelas veias alimentando-nos nessa caminhada...

Um beijo pra ti, minha querida

 
At 4/6/08 09:01, Blogger Black Rose said...

Tal como o Fénix renasce das cinzas por vezes temos de voltar ao estado criança para renascer...

 
At 5/6/08 00:14, Blogger Maçã com Canela said...

E hoje apenas queria ser rio... correndo lentamente , sentindo em mim a brisa do vento... ir... afinal... o rio ira sempre ter ao mar...

Um grande beijo

 
At 5/6/08 10:07, Blogger gaivota said...

o rio, os rios correm para o mar...
nascer, morrer e tendo o amor, a alegria e a liberdade pelo caminho...
benditos rios!
beijinhos

 
At 5/6/08 12:16, Anonymous secreta said...

Nascer , morrer , renascer ... tantas e tantas vezes ...
Beijito.

 
At 5/6/08 20:55, Blogger Miriette Le Fay said...

Lindo...

 
At 5/6/08 23:07, Blogger oceanus said...

...passo muitas vezes em silêncio,

hoje deixo um sorriso e ...

bjs do fundo do Oceanus

 
At 6/6/08 09:17, Anonymous Anónimo said...

Um xi

 

Enviar um comentário

<< Home

Free counter and web stats