Serenidade

Sensibilidade...

15 abril 2008

Na busca do fluir sadio

(Foto de Serenidade)


Cai água límpida de um céu acinzentado,
radioso na manifestação para com o ser amado,
abafa-me com seu manto escurecido,
os olhos pesados perdem-se, vagueando no vazio.
Desabitado de sentido, o corpo vai deambulando,
a alma grita para que seja ouvida, desesperando,
a água, de um céu próximo, desenrola-se desatinada,
na razão que não encontra, no vaguear desligada,
da essência da unicidade entre todos os seres,
da sua alma que não se permite religar e reaparecer.
Cai àgua de nascente castanha luzidia,
límpida no sentir, procurando apenas a harmonia.



"Jamais desesperes, mesmo perante as mais sombrias aflições da vida, pois das nuvens mais negras cai água límpida e fecunda."
Provérbio Chinês

15 Comments:

At 14/4/08 22:25, Blogger multiolhares said...

È só deixar as aguas acalmarem, que novamente ficam cristalinas
beijinhos

 
At 14/4/08 22:42, Blogger Starseed said...

"A alma grita para que seja ouvida."

Olá serenidade! Devemos ouvir e tentar satisfazer o mais possível os desejos da alma. No fundo é isso que conta e nos faz sentir alegres e felizes. Satisfaçam os desejos da alma!

Fica em paz,

Starseed

 
At 15/4/08 00:31, Blogger Lira said...

que enontres a harmonia no som dá agua!
è uma boa terapia de relaamento!

beijinhos tá lindo o poema

é sempre uito bo ler-te

Lira

 
At 15/4/08 08:37, Blogger @zulebranco said...

sorriso grande

 
At 15/4/08 10:13, Blogger Secreta said...

Por vezes sentimo-nos desorientados , mas com o tempo , logo voltamos a ganhar "rumo".
Beijito.

 
At 15/4/08 18:58, Blogger Angel of Light said...

Passei muito rápido para te deixar uma luzinha em forma de beijinho cheio de Amor, Paz e Luz, querida irmã de luz.

Depois volto para te ler com mais calma.

 
At 16/4/08 10:58, Blogger Branca said...

Sim amiga,
deveriamos ter no coração sempre esse provérbio e assim os nossos dias maus seriam mais agradáveis...
Mas, acredita nele, é mesmo assim e, utilizando outro, "depois da tempestade vem a bonança!"

Fica bem! Beijinhos :)

 
At 16/4/08 18:17, Blogger Valsa Lenta said...

Fernando Pessoa escreveu algo parecido com:"Junta as pedras do caminho e no fim constrói um castelo". (perdoe o facto da citação não estar exactamente correcta)

Felicidades

 
At 16/4/08 18:25, Blogger Plum said...

A alma grita num grito libertador!***

 
At 16/4/08 19:39, Blogger rosa dourada/ondina azul said...

Cai a água no mar, para alargar o caudal :)))



Beijinho,

 
At 16/4/08 19:55, Blogger brisa de palavras said...

AS vezes é dificil não desesperarmos

um abraço
brisa de palavras

 
At 16/4/08 20:14, Blogger daniel said...

Olá

A serenidade, que fez a beleza do texto!
Gostei, francamente!

Saudações,
Daniel

 
At 16/4/08 22:49, Blogger poetaeusou . . . said...

*
a água,
deusa da vida,
,
conchinhas
,
*

 
At 16/4/08 23:28, Blogger Joseph said...

Carla
Olá,

Mais uma vez, um conjunto de três.

Mais um poema, muito bonito, mas um pouco confuso...
Se buscas é porque necessitas...
Os olhos pesados perdem-se...
O corpo deambula; a alma grita...

Uma fase má, virá uma fase boa a seguir...

Gostei muito de te ler.
Já sabes como eu sou.

Beijos ternos, querida amiga;)**

 
At 17/4/08 01:05, Blogger Um Momento said...

E na harmonia te encontrarás na água cristalina que em ti brotará:))

Foto linda!

(*)

 

Enviar um comentário

<< Home

Free counter and web stats