Serenidade

Sensibilidade...

13 março 2008

Teci o Céu com estrelas


(Foto de Serenidade)


Teci um manto de estrelas,
uni-as com fio de mais puro ouro,
colhido no rio que fui,
fruto do nosso amor, que sorriu.
Quererás tu ser protegido,
com meu manto luzidio, de ternura imbuído?!
Quererás meu manto de prata, tecido com a chama ardente do luar?!
Quantas luas terão passado na certeza de te amar?!
Muitas na plenitude. Poucas, nesta curta existência que ilude.
Muitas passarão em que teus braços me aconchegarão.
Poucas permitirei sentir, a distância, a frívola solidão.


"A noite cobre-me com seu manto de ilusão... a consciência da ilusão é o primeiro passo para a mudança nos pensamentos e consequentemente a realidade..."

2 Comments:

At 15/3/08 11:49, Blogger Black Rose said...

Teces-te um manto de Amor unido por um sentimento puro que protegerá aquele que o seu calor procurará…

 
At 16/3/08 00:27, Blogger Lira said...

Mágico poema!!

Adorei!

Espero que teças muitos ceus com muitas estrelas! assim o mundo pode ficar muito mais iluminado e lembrar-me-ei de ti !

beijinhos com sabor a palavras soltas

 

Enviar um comentário

<< Home

Free counter and web stats