Serenidade

Sensibilidade...

29 agosto 2007

Ténue véu

(Foto de Serenidade)


Olhar esmorece na ternura da escuridão
sobrevivente no além do véu da paixão.
Olhar fugidio de si,
buscando o incógnito do nada,
perpétuo na luz ostentada.
Olhar de compaixão!
Ah pobre criatura que te mutilas
na busca longínqua do perdão!
Olhar de sofrimento pelo ser,
que é, sem o ser.
Inquire no manifesto.
Pesquisa no parecer.
Ingénuo olhar procura no vácuo,
incrédulo do interior albergar a sabedoria.
Olhei para dentro!
Vi, saboreei, o que gostei.
Aceitei, perdoei, o que detestei.
Olhei com Amor.
Ternura. Compaixão.
Resolvi aceitar o perdão!
Visualizo a ternura da infância.
Do Ser em crescente encruzilhada.
Na busca de ser o Farol
no meio da torrencial tempestade.
Ah, angústia do véu que perdura.
Ténue se torna. Distância incógnita!
Olhar cândido luzidio.
Firme na demanda da tempestade.
Ora vem, ora vai.
Olhar terno, firme e sereno no Além,
na luz que vê,
luminoso olhar que irradia.



"O verdadeiro lugar da Paz em meio à agitação da vida moderna
deve ser encontrado dentro do próprio Eu,
pela moderação exterior e meditação interior."

Paul Brunton
Desafio
A amiga de coração Miudaaa passou-me o seguinte desafio:
1. Pegar no Livro mais próximo
2. Abrir na Página 161
3. Procurar a 5ª Frase Completa
4. Colocar a Frase no Blog
5. Não escolher a melhor frase nem o melhor livro (usar o mais próximo)
6. Passar o desafio a cinco pessoas
"Por razões interdimensionais, as coisas acontecem como acontecem, e o melhor que você pode fazer é aprender a lidar saudavelmente com o que se passa."
Vitorino de Sousa - O Livro das Respostas
Passo o desafio aos blogs que quiserem agarrar este excelente desafio. Desta forma podemos partilhar mensagens e sugestões de leituras. Já tinha passado este desafio daí não destacar novamente ninguém.
Até breve.

23 Comments:

At 28/8/07 23:50, Blogger Obscuridade Translúcida said...

Fiquei sem palavras, é divinal...

"Resolvi aceitar o perdão"

Muito intenso e profundo.

Não sei o que escrever, descreves o sofrimento da procura do perdao de uma forma unica, e a aceitação do mesmo com muita sabedoria.

Vou desitir do concurso... (smile)

 
At 29/8/07 02:30, Blogger Francieli Rebelatto said...

Muito intenso...Muito lindo...OLhares...e esses olhares...

Beijos e te cuida!!!

 
At 29/8/07 08:17, Blogger @zulebranco said...

Muito interessante, com conteúdo expressão e sentimento....reflecti e conclui que melhor que perdoar ou ser perdoado é conseguirmos perdoarmo-nos a nós próprios.....Um sorriso especial para ti

 
At 29/8/07 10:50, Blogger Lívio said...

As tuas palavras arrepiaram-me.
"Perdoar...olhar terno, firme e sereno no Além". A tua serenidade começa a ser uma procura.
Espantosa a tua capacidade de análise (que já não me espanta):"Ah poeta""Ah artista""Ah actor". Serenamente no alvo!

Sorrio com serenidade!

 
At 29/8/07 10:55, Blogger Oficina dos Risos said...

Vim beber um pouco da tua Serenidade e deixar um pouco do meu RIso...

Tinha saudades de te ler...

Beijos e risos... :)

 
At 29/8/07 11:31, Blogger =^.^= Tarina =^.^= said...

Luz.. muita luz...

Quanto à frase.. temos mesmo de ter uma meditação interior com o nosso proprio eu para que encontremos alguma paz dentro deste mundo agitado e cheio de stress que é o nosso!

Um beijinho, gosto muito de cá passar!

=^.^=

 
At 29/8/07 11:58, Blogger Miudaaa said...

"Olhar terno, firme e sereno no Além..."
... é assim que eu te "VEJO", é assim que eu te SINTOOO.

Um longo percurso, já fizeste e um longo percurso te propões fazer, por uma única razão. Agradeces o que te deram: A VIDA.

uM beijo da tua fã, miudaaa

Nota: Passa, pelo meu sitio, ficou lá um Desafio Simples, para TU.

 
At 29/8/07 12:15, Blogger eremita said...

é agradável encontrar tantas pessoas na sua própria busca e que assim se expressam.
Fraterno abraço

 
At 29/8/07 13:37, Blogger NETMITO said...

Muito bonito!...

bjs*)

 
At 29/8/07 20:18, Blogger saturno said...

Olá!!

Belo poema....
Quanto ao desafio, achei muito interessante. Será o meu proximo post:D

Beijinhos!!

 
At 29/8/07 20:25, Blogger brisa de palavras said...

Nuncas percas o olhar luninoso que se sente que irradias...
um abraço

brisa de palavras

 
At 29/8/07 21:55, Blogger Entre linhas... said...

A esperança encontra-se bastante viva neste poema.
Nunca a percas.
Bjs Zita

 
At 29/8/07 23:36, Blogger Professora said...

Olá já estou de volta de umas boas férias. Já podes passar no meu blog e deixar-me uma mensagem.
Um abraço

 
At 30/8/07 10:12, Blogger Branca said...

Olá!
E existirá algo melhor que aceitar o perdão? eliminar a dor, a tristeza, todos os sentimentos negros que nos corroem e perdoar?!
Ao perdoarmos alcançamos um pouco mais de paz e isso não é mais importante?! Eu acredito que sim!
Nem sempre consigo perdoar de imediato, os outros e a mim própria também, mas tento faze-lo o quanto antes...

Beijinhos e continuação de boa semana :)

Hoje não agarro o desafio, outro dia sim!

 
At 30/8/07 13:54, Blogger JC said...

Serenidade, diz que: pois sei, por experiência que nada posso fazer para os ajudar a alterar, e quando o tentei apenas desci no meu estado de Ser... visto que minhas vibrações baixaram... posso estar enganada, posso estar a fazer entender-me mal, se calhar sim...
ajudamos todos os dias amiga, as pessoas veem mais depressa o que somos do que o que dizemos, para ajudar os outros ás vezes basta crescermos, os outros ao ver, tb querem ir "para ali".
Outro tipo de ajudas, para as fazer tem de ter protecçoes, equilibrio, etc... não podemos dar o que não temos.
experimente um centro espirita e vai ver que consegue ajudar e muito pois é uma médium que precisa trabalhar. Não confunda ajudar com servir. O médium deve servir... Ajudar é terreno.

 
At 30/8/07 16:33, Blogger Lia said...

Por vezes um olhar torna-se o nosso farol...

Bom dia, linda...

Um beijo doce

 
At 30/8/07 17:18, Blogger O Profeta said...

Desprendem-se gotas do azul na água
O tempo continuará a existir
Ávida terra de assombro
Vacilantes passos no partir

Manhã submersa de neblinas
A noite teceu seu manto
A agua na sua eterna viagem
Cobriu a ilha de pranto


Profético beijo

 
At 30/8/07 23:29, Blogger Menina do Rio said...

Da alma mutilada e em flagelo, que mendiga compaixão, só nos esta aceitar o perdão que será como uma luz no seu interior escuro e denso.

Um beijo sereno

 
At 31/8/07 12:48, Blogger rosa dourada/ondina azul said...

Lindo, belo, profundo, o teu poema.

Decerto a tua pessoa irradia todas belas essas qualidades !


Fica um beijinho,

 
At 31/8/07 16:07, Blogger Milla Loureiro said...

que belo...

 
At 31/8/07 20:58, Blogger O Profeta said...

Soltaram-se as notas desta sonata
Secretamente a noite invadiu o dia
Risos de pássaro de fogo na manhã
Que uma suave brisa anuncia


Bom fim de semana

Uma profecia de ternura

 
At 31/8/07 21:39, Blogger MANDALAS POEMAS said...

Hola, desde Barranquilla, Colombia, te envío un caluroso saludo y mis felicitaciones por tu blog y en especial por su contenido. Te invito a que visites el mio donde están consignados mis poemas los cuales puedes utilizar si lo deseas, eso si mencionando el blog o mi nombre. Espero tu visita y tus valiosos comentarios.

www.mandalaspoemas.blogspot.com

Un abrazo,


Víctor González Solano

 
At 31/8/07 23:22, Blogger Professorinha said...

Estoua ver que tenho mesmo que comprar esse livro das respostas... A ver se encontro algumas para mim...

Beijos

 

Enviar um comentário

<< Home

Free counter and web stats