Serenidade

Sensibilidade...

21 fevereiro 2007

Fui...


Ao teu encontro fui
acertada decisão
tu esplendoroso, luzidio,
esperando-me com emoção.
Antes de te ver já te sentia
tinhas a força de um vulcão
cuja lava ardente saía
com a exuberância de um leão.
Um encontro fulminante
embriagada fiquei
tamanha a emoção
da nossa união.
Tua energia penetrou
em minhas células esfaimadas,
uma vibração violenta
palmilhou-me … debilitada.
Com avidez me trespassaste
não pediste permissão
seria uma questão tonta
era minha intenção.
Meu cárcere descerrou
não tinha outra condição
estavas forte como nunca
fortaleza em exaltação.
Extasiada permaneci
por muito tempo junto a ti
não queria partir
sem te aprisionar em mim.
Ao teu lado, eu e tu eramos Um
fundidos permanecemos
ébrios enaltecemos
eternamente ficaremos.
Eras minha vestimenta
minha protecção
senti-me rainha do Universo
com tanta emoção.
Muita mais poderia exprimir
todo o meu contentamento
não há palavras para proclamar
tamanho sentimento.
União, exaltação, ligação,
uma sensação já sentida,
uma molécula do oceano
uma gaivota perdida.
Em ti me encontrei
em ti me deleitei
aprisionei-te em mim
para sempre te terei!

18 Comments:

At 21/2/07 08:02, Blogger @zulebranco said...

O encontro estava marcado em ti, e contigo, essa fusão de alma e maresia é dom único que só alguns priveligiados o sentem.... A tua alma pura merece bem esse bem estar cristalino que o segredo dos deuses te deram....Muito Bonito....Beijo muito sereno

 
At 21/2/07 08:02, Blogger @zulebranco said...

Este comentário foi removido pelo autor.

 
At 21/2/07 09:12, Blogger IsaMar said...

É verdade...o Mar tem um enorme poder sobre nós...
Transmite-nos paz, serenidade....
É forte, conforta-nos..quando nos sentimos desnorteados, sem rumo...
O Mar para mim...é o meu confidente, onde desabafo todos os meus segredos...os meus estados de alma...
Ao ve-lo fico sempre mais calma..transmite-me uma enorme energia positiva.

Ondas Serenas...
beijinhos madeirenses

 
At 21/2/07 09:29, Blogger o que me vai no coração said...

ola serenidade

obrigado pelo teu comentario, mas de momento é impossivel sorrir...

bjocas
o que me vai no coraçao

 
At 21/2/07 10:09, Anonymous Anónimo said...

Uma descrição dum acto amoroso, onde a exaltação é suprema.
fica bem.
Um beijinho para ti.
Manuel
http://de-proposito.blogspot.com/

 
At 21/2/07 12:08, Blogger sa.ra said...

entrega total

beijo
dia mt feliz

 
At 21/2/07 15:56, Blogger João Cordeiro said...

Obrigada mulher do Norte.

Beijo

 
At 21/2/07 18:30, Blogger saturno said...

Olá bela serenidade!

Um poema apaixonante vindo de uma linda mulher apaixonada!!


Beijinhos!!

 
At 21/2/07 18:49, Blogger Fernanda said...

Céu azul... mar... ondas suaves... areia fina... universo de AMOR.

Bjs

 
At 21/2/07 22:01, Blogger Plum said...

Uniões perfeitas, sintonias que se sentem...é AMOR!

 
At 21/2/07 22:40, Blogger =^.^= Tarina =^.^= said...

"Em ti me encontrei
em ti me deleitei
aprisionei-te em mim
para sempre te terei!"

Lindo final...

Foto linda!

1 beijo =^.^= tarina

 
At 21/2/07 23:30, Blogger Lia said...

Quantas vezes não nos entregamos com medo de sofrer e afinal estamos apenas a privar-nos da vida.

Beijinhos

 
At 22/2/07 16:37, Anonymous Mel said...

"União, exaltação, ligação,
uma sensação já sentida,
uma molécula do oceano
uma gaivota perdida."

E no bico, uma folha de papel.
E um barco a construir p'ra quebrar
violenta rebentação
- que no bojo urgente do Mar
e na sede de amar,
busca a Poeta a guarida.

Eleva-se no firmamento
uma folha leve, leve ...
São asas de uma Gaivota
desenhadas à deriva.

Tomba a folha no espelho de águas
é já barco de papel...
E logo, logo ... enorme veleiro.

Embarcas dentro os Sonhos
que te espera o Mundo inteiro....
Encontrada dentro de ti,
com o teu amor primeiro!
***
Bjs amiga, foi o que saiu!!!
Ando pouco inspirada

 
At 22/2/07 16:59, Anonymous sereia said...

Olá
Belo poema muito apaixonante, parabens,
Beijo
Sereia

 
At 22/2/07 17:38, Blogger Papoila said...

Serenidade:
União, exaltação, ligação, uma sensação sentida, a certeza de num instante abraçar o infinito... a certeza de alcançar a eternidae. Lindo forma de conjugar o verbo amar.
Beijo

 
At 22/2/07 21:14, Blogger Nokinhas said...

Olá!

Pois eu também recorro muitas vezes ao Mar... Para dizer a verdade não consigo estar muito tempo sem ir contempla-lo... Para mim o mar é o meu melhor amigo... o meu confidente... que me tras alegrias e muitas vezes me leva as tristezas...

Beijinho e fica bem!

 
At 22/2/07 21:58, Blogger Existe uma estrela no céu que ninguem vê senão eu! said...

É tao bom o encontro :)
beijos

 
At 24/2/07 16:13, Blogger Naeno said...

Lindos os dois poemas. Eu ainda não te linkei no meu blog por que não sei trabalhar com este modelo novo.
Mas entre os meus favoritos já estás a tempos.

Te amo

Naeno

 

Enviar um comentário

<< Home

Free counter and web stats