Serenidade

Sensibilidade...

17 fevereiro 2007

Fantasia...


Há momentos …
a esperança desvanece
a emoção se enaltece
e o alento esmorece!
Secretamente,
sussurro-te entristecida
minha luz enegrecida
serenidade desvanecida!
Canto,
o abraço que desejo
o sabor do teu beijo
a comoção do ensejo!
Fantasio,
a existência futura
onde perdura…
sensibilidade e amargura!
Caminho,
com frágeis passadas,
resquícios de prolongadas
existências atribuladas!
Castelo construído,
um presente fantasioso
mortificado por um amoroso
ápice invulgar, auspicioso!
És sonho?
És realidade?
És utopia enaltecida
em realidade requerida!

13 Comments:

At 17/2/07 06:11, Anonymous Jofre Alves said...

Cãozinho maroto, a destruir (ou reconstruir?) a utopia, feira sonho, feita realidade, em prosa poética. Óptimo fim-de-semana.

 
At 17/2/07 06:28, Blogger Nelson Ngungu Rossano said...

A esperança aliada à serenidade chega a caminhos utópicos ao tal "Castelo construído,um presente fantasioso"

=)

Bom fim-de-semana

Beijos

 
At 17/2/07 08:58, Blogger Papoila said...

Ola Serenidade, adorei essa traquinice de imagem. Deixo-te um doce bjinho do pais das nuvens de algodao branco,

 
At 17/2/07 15:55, Blogger IsaMar said...

Olá Carla
Mais uma vez gostei do teu poema...nota-se que este é um momento de algum desvaneio...
alcançar o beijo que tanto anseias...é um desejo...e aí a fantasia ajuda-nos a ultrapassar as nossas fragilidades...
Sonhar por vezes ajuda-nos a viver...
Grande sensibilidade a tua...
És uma grande mulher...

Força e Coragem Amiga.

beijinhos madeirenses

 
At 17/2/07 16:37, Blogger =^.^= Tarina =^.^= said...

Bonitas palavras!

E bonita foto!

1 beijo =^.^= tarina

 
At 17/2/07 20:05, Blogger * Ju * said...

um fim de semana muito colorido para ti tambem... :)

beiju enorme***

 
At 18/2/07 00:03, Blogger Artur Moura Queirós said...

São reais as palavras que constroem a vontade de um futuro de sonho...:)

 
At 18/2/07 09:53, Anonymous Mel said...

"Há momentos …
a esperança desvanece
a emoção se enaltece
e o alento esmorece!"

Há momentos ...
em que da ténue luz da madrugada
a cortina esfarrapada
deixa que brote luminiscência ... energia!
...
Bjs Linda Carla

 
At 18/2/07 11:30, Blogger pitanga said...

Vejo umas nuvens meio cinzentas por aqui. Mas como todas, elas são passageiras, vai ver.

beijinhos doces...e serenos.

 
At 18/2/07 18:01, Blogger JPAnunciação said...

Enquanto aguardas, canta... fantasia... e caminha, crendo sempre no reencontro. Porque como dizes "há momentos!" e a realidade também requer a tua força.
Um beijo.

 
At 18/2/07 20:16, Blogger Betty Branco Martins said...

Querida Carla

Um belíssimo poema em que consegues transmitir uma verdadeira mensagem de (senties) nas entre linhas - que se abraçam ao teu sentir

Beijinhos com carinho

 
At 18/2/07 20:39, Blogger MiguelGomes said...

"Caminho, com frágeis passadas, resquícios de prolongadas existências atribuladas"...

Quando não compreendemos ou queremos compreender o nosso passado, nunca poderemos erguer e caminhar, seja em que direcção for...

Qualquer forma é boa forma de conhecermos a nós mesmos.

Fica bem,
Miguel

 
At 19/2/07 08:09, Blogger @zulebranco said...

Há dias assim que nos correm por correr, em que a sombra é mais forte que o sol, mesmo nesses dias não sei bem porquê ou antes se, vejo qualquer coisa em ti a brilhar, esse teu ser e desejo, a tua grandeza, o teu dom..... quanto ao resto como alguém nos transmitia em 1968...." sejemos realistas...., exijamos o impossível...." beijo sereno pra ti bom carnaval

 

Enviar um comentário

<< Home

Free counter and web stats