Serenidade

Sensibilidade...

27 novembro 2006

Luzirá...


O Sol cintilará
no máximo esplendor
entre a montanha agreste, e…
o oceano incansável…
na cadência dos sons
estará lá, um ser terreno
uma alma etérea,
sofrida … sentida...
vivendo o Amor,
desejando concede-lo …
mas…
tem-no e … não o tem
qual dia pós tempestade,
impetuosa e assoladora.
O corpo revolta-se,
a alma conforta-a e…
num amanhã,
no compasso dos timbres,
da luzente alvorada,
o Sol luzirá …

12 Comments:

At 27/11/06 18:17, Blogger MiaHari said...

Serenidade, sim!
De alvura e rosáceos se vestiu... para nos olhar!
Post magnífico, Lindo!
Obrigada.

Beijinho.

 
At 27/11/06 18:26, Blogger Nokinhas said...

Lindo poema... mais uma vez sobre o Amor...
Mas que sentido tem a vida sem o Amor?!

Beijinho grande e boa semana!

 
At 27/11/06 21:11, Blogger Carraça said...

Lindo este poema, com uma bela mensagem de esperança!!
Bjs

 
At 27/11/06 22:27, Blogger Filipe said...

Certamente luzirá...
A força que alimenta esse Sol encarrega-se disso...

Bjs

 
At 27/11/06 22:48, Blogger Miudaaa said...

A vida está sempreee a surpreender-nos... quem disse que amanhã não é já amanhã?

Acreditar, só depende de nós.
Mudar o nosso amanhã depende de quem??? unica e exclusivamente de NÓS e só de NÓS.

Um beijo sereno da miudaaa

 
At 27/11/06 22:59, Blogger lobita_azul said...

Mais uma vez lindo!
Adorei o teu poema!

Bjusss

 
At 27/11/06 23:32, Blogger Alequites said...

Ops!
O texto é lindo.
Ah! Como amo a palavra SERENIDADE.
Carla, voltarei mais vezes aqui, viu?!
Namastê!

 
At 28/11/06 00:35, Blogger Juℓi Ribeiro said...

Carla:
Belissímo poema!

Com certeza a alvorada
virá,mas será acompanhada
dos seus lindos versos...
Que refletem
lindos sentimentos
e o seu talento especial.
Paz e luz para você.
Obrigada querida
amiga de além-mar.
*Juli*

 
At 28/11/06 12:28, Anonymous Mel said...

Serenidade...
A Luz do Sol chega sempre todas as manhãs. Chegou nos signos deste poema, de uma beleza imensa.
A Luz está em ti, minha amiga.
É a Luz trazida e reflectida em todos os caleidóscópios das Vidas que têm o prazer de se cruzar contigo.

Bjs da Noite
Mel

 
At 28/11/06 16:16, Blogger Vida said...

Excelente poema e nunca te esqueças que o sol brilha todos os dias, basta querermos...
Quero-te agradecer os poemas que me enviaste, lindissimos e foram lidos na inauguração da exposição. Vou postar algumas fotos da inauguração e nessa altura vou fazer referência a todos os que enviaram poemas.

Beijos.

 
At 28/11/06 18:58, Blogger Luna said...

Muito bonito, muito mesmo
beijinhos

 
At 29/11/06 00:05, Blogger Betty Branco Martins said...

Olá Carla

..."qual dia pós tempestade"...

Cada madrugada oferece - lindas manhãs - de sol sereno - luzente

Lindísimo

Beijinhos com carinho
bom resto de semana

 

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home

Free counter and web stats