Serenidade

Sensibilidade...

06 junho 2011

Declaro



(Foto de Serenidade)






Ouso declarar o indeclarável,
descrever o indescritível,
demonstrar o indemonstrável,
na cadência da emoção visível.
O amor experimenta-se,
no toque subtil que a minha tez sente,
no olhar caloroso e risonho que cruza o meu,
nas palavras de benquerença que advêm do céu.
Experimenta tocar o meu lado esquerdo com o teu olhar,
permitir que meu sorriso apareça sem contar,
falar aos meus fluidos o quanto são amados,
permitir que a energia do amor faça-se manifestada!
Eu dou-te meu céu e minha terra,
se algum dia o puder considerar meus,
dou-te o mais nobre dos sentimentos,
meu amor e meu corpo são teus.




"O caminho começa numa encruzilhada.
Aqui pode parar e pensar que direcção seguir.
Mas não pense muito ou nunca sairá do lugar."
Crónicas - Paulo Coelho






4 Comments:

At 6/6/11 13:30, Blogger @zulebranco said...

De tudo um pouco, seriedade, humanidade, abertura, entrega, força e clareza, são todas estas virtudes que no que escreves eu consigo ler.....Sorriso grande e aberto

 
At 6/6/11 14:28, Blogger Serenidade said...

:)

Serenos sorrisos

 
At 7/6/11 18:00, Anonymous Anónimo said...

O sentimento mais nobre, O Amor.
Tendo esse sentir temos toda a dinâmica, energia , a abertura para com Mundo.

IsaMar

 
At 7/6/11 18:28, Blogger Serenidade said...

Sem dúvida amiga, mesmo que estejamos cansados, há sempre um sorriso para dar àquele que nos enaltece a alma.

 

Enviar um comentário

<< Home

Free counter and web stats