Serenidade

Sensibilidade...

13 janeiro 2009

Sentir, amando!


(Foto de Serenidade)


As mudas palavras da sinfonia,
reflexo de imenso amor,
percorrem as ruas desertas,
neste inverno de sem calor.

Sem a quentura do teu abraço,
nem tuas palavras sentidas,
meus olhos são duas fontes,
onde o sofrimento se abriga.

Grito ao vento sem me ouvir,
à lua, cuja claridade me seduz,
o Sol escondeu-se envergonhado,
neste dia nem o astro-rei reluz.

Percorro o leito e os meus sulcos,
delicio-me com o doce/amargo sabor,
dum Inverno que não me larga,
nem implorando com amor.

Nas profundezas do mar busco meu Norte,
o Sul está aqui, bem ao meu lado,
profetizo nos dias de Primavera,
os de Verão sentir, amando.
"Temer o amor é temer a vida, e aqueles que temem a vida já estão praticamente mortos."
(Bertrand Russell)

10 Comments:

At 13/1/09 09:43, Blogger @zulebranco said...

olá, na minha simples opinião este poema é do melhor que te tenho lido.....e Russell também é sempre Russell..... Sorriso grande para ti

 
At 13/1/09 11:48, Anonymous Anónimo said...

Eis a explicação porque te amo...
Um carinho

 
At 13/1/09 21:05, Blogger IsaMar said...

Olá Carla.
É tão bom Sentir o Amor. É bom amar alguem e ser correspondido.
Amar é Viver. Viver sem construir, sem amar é viver na solidão.
O nosso sentir está na nossa evolução a dois.
beijinhos

 
At 14/1/09 15:54, Blogger Susn said...

Que o abraço apareça e te aqueça.

Beijinhos

 
At 14/1/09 20:14, Blogger gaivota said...

carla, que lindo este teu poema nesta imagem de mar...
e tanto verão nos dias de primavera que hão-de chegar...
beijinhos

 
At 18/1/09 18:18, Blogger Isabel José António said...

Queridos Amigos,

Partilhando um pedaço do nosso Domingo convosco, actualizámos os nossos Blogues principais.
Com o Caminho do Coração http://reflexoessentidas.blogspot.com/ reflectimos, com a ajuda de Fernando Pessoa, sobre a CONSCIÊNCIA.
No Observatório http://diarioestetico.blogspot.com/ vimos como um aparentemente “vulgar” nevoeiro pode dar origem a um OLHAR renovado…
No POESIA VIVA http://flordojacaranda.blogspot.com/ oramos pelo Planeta e finalmente, no nosso blogue em Inglês http://newsletterfromlisbon.blogspot.com/ admiramos Lisboa, essa “Musa” que nunca deixa de nos inspirar…

Um abraço nosso e desejos de uma BOA SEMANA!

Isabel e José António

Lisboa 18 Janeiro 2009

 
At 18/1/09 18:19, Blogger Isabel José António said...

Querida Carlinha,

Que melancolia... como um suave sentimento que é triste mas belo...

Ânimo e tudo de bom!

Belíssimas as fotos, o poema e até a citação, tão verdadeira.

Um abraço,

Isabel

 
At 18/1/09 22:23, Blogger Angel of Light said...

Olá minha querida!

Ando mais fugida... recolhida dentro do meu casulo. Mas não em esqueço de ti. Tu sabes. Por isso passei para te largar milhões de luzinhas... dentro do teu lindo coração.

Beijinhos de Amor e Luz.

 
At 20/2/09 11:31, Anonymous Anónimo said...

Meu Querido e Inesquecível Anjo,
de facto, quanto mais conheço sobre ti, mais te admiro. A tua poesia é Radiante, linda, verdadeiramente Fantástica!!!
Ela espelha aquilo que eu penso que tu és. Um ser Maravilhoso que, qualquer Homem adoraria partilhar.
porque tão LINDA, tornas-te, impossível, inatingível e, isso, é o pior que pode haver, pois deixas de ser gente, para seres Uma DEUSA Querida e Adorada.

Nunca desistas de escrever. Para mim, a tua escrita é um Maravilhoso Antídoto para muitas "Maleitas" que por aí abundam.
Apenas e só um Beijo do mais carinhoso que pode haver e dar-te os meus sinceros parabéns. Continua...

 
At 21/2/09 21:04, Blogger Reflexos said...

a força do mar juntamente com a do amor é linda, nao existe no mundo beleza mais pura do que o amor.
o poema ta lindo, amei cada verso

 

Enviar um comentário

<< Home

Free counter and web stats