Serenidade

Sensibilidade...

15 junho 2007

Espelho de prata


Amarante no Tâmega

(Foto de Serenidade)


O feitiço da lua fez-me crer,
no trilho derradeiro,
o luar, o tapete de prata
nas noites sem luzeiro.

Ausenta-se a lua nova,
não sente a imensa dor
corpo espalhado ao relento
aprisiona longínquo amor.

Na ausência do Sol,
a Lua pressente a dor,
leva na brisa a melodia,
ao coração o seu amor.

Ah Lua que me embriagas,
com tuas dúvidas e ilusões,
ora estas ao meu lado,
ora nas imensas divagações.

Olho-te de soslaio,
envolves-me com tua doçura,
viajo nos teus sonhos,
arrastas-me na loucura.

A espera da luz a inquietação,
tal o desabrochar da flor,
o manto de prata que me abraça,
é só ternura e imenso amor.


"O Amor é a asa que Deus deu à alma
para ascender ao infinito."
Miguel Ângelo

32 Comments:

At 14/6/07 20:20, Blogger o alquimista said...

Nasceu a luz sobre as cidades, agita-se a ilha no encontro com o dia, acorda a emoção, a suave brisa, amanhece o sonho que a vontade guia. A lonjura é a distância da viagem, a idade não cobre os rochedos, passam ventos de encantamento descobrindo mil e um segredos...


Doce beijo

 
At 14/6/07 20:35, Blogger saturno said...

A lua é feiticeira....
A lua faz-nos sonhar e acreditar que tudo pode ser belo. Mesmo quando não a vemos sabemos que ela está lá e isso é muito reconfortante.

Beijinhos!!!

 
At 14/6/07 21:06, Blogger Pepe Luigi said...

Belíssimo este sereno e encantador poema no qual se sente o protagonismo nas nossas vidas do Sol e da Lua, em que estes dois preciosos elementos são a alma da vate poeta.

Um beijinho
do Pepe.

 
At 14/6/07 21:13, Blogger james said...

Tudo de muito bom gosto por aqui.

Um abraço.

 
At 14/6/07 22:18, Blogger Entre linhas... said...

Poema cheio de ternura e encanto,tão transparente como o espelho reflectido da imagem...
Tenho uma surpresa no meu blog,dá uma espreitada...
Bom fim de semana
Bjs Zita

 
At 14/6/07 22:38, Blogger Ghandy said...

É tão linda esta santa terrinha...
só para deixar um bjs
bom fds

 
At 14/6/07 23:46, Blogger @zulebranco said...

Tu tens a magia de escrever, as doces palavras das imagens, dos sentires e dos afectos,
tens um condão ou uma varinha de fada que tudo transforma em beleza, tu escreves e encarnas o amor e a esperança....tu és SERENIDADE

 
At 15/6/07 09:46, Blogger Oficina dos Risos said...

O Ri & Pensa para o fim de semana:

"Ama e faz o que quiseres. Se calares, calarás com amor; se gritares, gritarás com amor; se corrigires, corrigirás com amor; se perdoares, perdoarás com amor.
Se tiveres o amor enraizado em ti, nenhuma coisa senão o amor serão os teus frutos."
(Santo Agostinho)

Como já vem sendo habitual, desde que te visito, os teus poemas deixam-me SERENAmente RIsonha...

Beijos e Risos... :)

 
At 15/6/07 11:33, Anonymous Secreta said...

O Sol , a Lua , o Amor ... inevitávelmente ligados.
Beijito.

 
At 15/6/07 13:13, Blogger Maria Clarinda said...

Adorei este poema cheio de paz e magia.
Um jinho

 
At 15/6/07 13:40, Anonymous Anónimo said...

Serenidade
Já há algum tempo que por aqui passo. A 1ª vez foi o acaso que me levou aos teus poemas.
Adorei o teu poema.
A lua é o meu astro preferido e o amor foi a minha grande paixão.
Um abraço sereno
J.J

 
At 15/6/07 15:00, Blogger Luís Galego said...

Na ausência do Sol,
a Lua pressente a dor

bonito este poema...

 
At 15/6/07 16:16, Blogger Nokinhas said...

Olá!

Adorei a foto que está lindissima e o titulo nao podia ter sido melhor escolhido... Quanto ao poema... que posso eu dizer... lindo... como sempre...
Sim, é verdade eu sou a A. irmã da T. !
Beijinho grande e bom fim de semana!

 
At 15/6/07 18:47, Blogger david santos said...

Sim, por muito que queiramos, não conseguimos desligá-los
:Sol e Lua.
Excelente.
Parabéns.

 
At 15/6/07 19:49, Blogger sonhadora said...

Sonha nas águas cristalinas do teu mar.
Bom fim de semana!
Beijinhos embrulhados em abraços

 
At 15/6/07 20:02, Blogger Professorinha said...

O teu poema é como a foto com que nos brindas: suave, calmo, bonito e breath taking...

Beijos

 
At 15/6/07 22:41, Blogger MEU DOCE AMOR said...

E o que nos dá Deus,para lá do Infinito?

Maravilhosas palavras

Beijinho doce:)

 
At 15/6/07 23:37, Blogger Marcelo said...

Eis um poema com textura, cor e sabor...
Embora o que mais seja notável nele é sua indiscutível profundidade.
Parabéns, poetisa.
Você dança com as letras uma bela valsa.

Beijos, menina

 
At 16/6/07 01:19, Blogger Milla Loureiro said...

muito lindo..

voltarei mais vezes!

 
At 16/6/07 02:53, Blogger Miudaaa said...

olho para o Sol e pergunto-lhe pela lua... espero pela luz numa noite sem luzeiro...

mas, nada importa. nada mesmo. quando o manto de prata que t'abraça é "só" ternura e imenso amor.

amei... amei... amei...

um beijo da tua miudaaa.

 
At 16/6/07 03:31, Blogger Chama Violeta said...

Sempre singelo e encantador! Brinca com as palavras, rodopia com elas e as faz girar como cantiga de roda! PARABÉNS!
Tenho um SEGREDO em meu blog,aparece por lá!
Beijos de luz violeta para ti amiga e tenha um ótimo final de semana!

 
At 16/6/07 08:11, Blogger Escorpiana Explosiva said...

linda imagem e poema sinceramente não sei o q dizer

 
At 16/6/07 13:35, Blogger * Ju * said...

so para deixar um beijinho cansado e apressado mas muito grande de bom fim-de-semana...

***

 
At 16/6/07 14:18, Blogger serenidade said...

Anónimo,

muito grata pela sua visita. É bom saber que apreciam o Serenidade.

Ainda bem que o acaso o conduziu até ao Serenidade.
A Lua também me fascina, até diria que me enfeitiça... Gostaria que acreditasse no Amor e não falasse no Amor no passado. O Amor é o sentimento que nos deve guiar ao longo do trajecto que é a vida, independentemente das tempestades que possam pairar... Acredite no Amor. Tal como diz Miguel Ângelo´"é a asa que Deus deu á alma para ascender ao infinito".

Mais uma vez obrigada.

Bom fim de semana a todos que por aqui passam.

Beijos muito serenos e ternos.

 
At 16/6/07 15:17, Blogger Paulo Sempre said...

É nos espelhos facetados que nos surpreendemos pelas imagens magicamente favorecidas. Sereno - sem inquietações -fim de semana.
Paulo

 
At 16/6/07 17:47, Anonymous collybry said...

Poema cheio de encanto, neste canto lindo da cor da esperamça...

meu doce beijo

 
At 16/6/07 21:05, Blogger Papoila said...

Serenidade:
O poema é um encanto e o espelho de água da princesa do Tâmega é admirável.
Lindíssimo este conjunto!
Beijos

 
At 16/6/07 22:27, Blogger Marta Ribeiro said...

venho anunciar a abertura do meu espaço...um espaço onde as opiniões sao fundamentais tanto pra mim como para o crescimento do blog...
espero que o visites e que gostes e deixes a tua opiniao...este é um comentario maira para divulgar mas logo logo sera um comentario em relação ao conteudo deste espaço...
serás sempre bem vindo(a).

 
At 16/6/07 23:18, Blogger poesiadaspiramides said...

A lua no coloca duvidas do dia a dia, esperemos pelo sol da manha para retermos a luz da alma
ji

 
At 16/6/07 23:55, Blogger impulsos said...

A lua é boa conselheira
Podes confiar-lhe os teus segredos
O Amor será a ultima fronteira
Do outro lado os sonhos serão plenos

Um beijo num impulso sereno

A foto é tão linda, tem a serenidade espelhada!

 
At 17/6/07 01:44, Blogger littledragonblue said...

Eu vejo o Espelho como a Vida, um reflexo de nós mesmos.
Um beijinho e votos de um bom domingo.
Quanto ao coment, não há felizarda, mas o concurso está aberto. lol

 
At 17/6/07 09:04, Blogger AcidoCloridrix said...

Uma vez ia no comboio, para o Porto, e ouvi o revisor gritar.... "Amarante, Lixó Porto!!!",,,, nunca mais me esqueci,,, antes Amarante que Abrantes ... que "deixa Tomar atrás"!!!!

 

Enviar um comentário

<< Home

Free counter and web stats