Serenidade

Sensibilidade...

01 junho 2007

Vã distância


(Foto de Serenidade)



A distância a ilusão,
de estares longe de mim,
aqui do lado a certeza,
de te ter até ao fim.

Permanência é fantasia,
que vive no coração,
tua existência, inconstância,
tal qual a estação.

És Primavera viçosa,
Verão caloroso,
Outono fatigado,
Inverno em repouso.

Ciclos vão e vêem,
tu chegas e vais,
na distância dos sons,
os sentires são ais.

Ah demora que não existes,
leva-me contigo no vento,
no teu ciclo de vagas,
dilacera o vão tempo.

"Tudo o que somos e temos hoje
é o resultado daquilo que pensamos
e sentimos no passado."

Jack Canfield

31 Comments:

At 31/5/07 21:40, Blogger MiaHari said...

Lindo post! Lindo sentir!
Parabéns poe esta bela poesia!
A distância não pode,por vezes,ser percorrida em tempo real mas, pode em tempo espiritual.
Como vês, foi fácil aqui chegares com a tua presença neste mundo da blogosfera. E também eu aí cheguei ao postar, desta vez, a foto de um trabalho feito por mim.
Bem Hajas pela tua presença sempre amiga.
Beijinho.

 
At 31/5/07 21:42, Blogger Oficina dos Risos said...

"A esperança não é um sonho, mas uma maneira de traduzir os sonhos em realidade..."
Adoro os sorrisos que deixas na Oficina... Adoro os teus miminhos serenos...

Linda poesia...

Beijos e Risos... :)

 
At 31/5/07 22:07, Blogger Entre linhas said...

Tudo o que é o somatório da esperança que temos em cada sonho melhor que o anterior.
Bom fim de semana
Bjs Zita

 
At 31/5/07 22:40, Blogger tufa tau said...

e que transportaremos para o futuro

 
At 31/5/07 23:09, Blogger =^.^= Tarina =^.^= said...

Foto linda!
Onde é isso?
O poema está belo... as vezes esses ciclosão cabo de nós...

=^.^=

 
At 31/5/07 23:34, Blogger oceanus said...

Como o passado faz parte do presente e do futuro, será um Todo este Tempo!?
Estaremos marcados pelo Tempo?

"(...) o teu ciclo de vagas
dilacera o vão tempo."


Gostei muito do teu poema, gostei muito da tua praia. Gostei muito da tua visita...

do fundo do Oceanus.

 
At 31/5/07 23:34, Blogger @zulebranco said...

bonito, certo, sentido, com razão e emoção... o certinho e direitinho, o caminho que na vida percorremos trás ilusões sonhos e desilusões, cada qual tem a sua hora como as estações do ano.... eu adoro a Primavera, o Verão está quase a chegar....Parabéns , muito bem conseguido este poema....Um sorriso grande para ti

 
At 1/6/07 00:00, Blogger Francieli Rebelatto said...

Ai, ai essas frases, tb as sinto assim tão presente nas minhas poesias e ele tão ausente dos meus dias, mas no dim de tudo nos restam as entrelinhas e mais uma vez a esperança na espera...

Beijos e cuide-se!!! Lindo como sempre!!!

 
At 1/6/07 01:16, Blogger Lu@r said...

Por isto que li os blogs são essenciais.

Acabei de ler algo maravilhoso, as palavras voam em ti.

Beijo bem doce

 
At 1/6/07 13:19, Blogger o alquimista said...

São sete as luas que regem a magia, o encanto, sete vezes se abre a alma para deixar sair o pranto. Sete serão as palavras que soltam a magia no tempo, sete são, as sinceras lágrimas, soltas em árido campo…

Bom fim de semana

Doce beijo

 
At 1/6/07 16:42, Blogger Luís Galego said...

leva-me contigo no vento...pois, seria bom

 
At 1/6/07 19:49, Blogger Vida said...

O passado é a nossa memória, quam consegue viver sem memória? Da mesma forma que o meio que nos rodeia tem imensa influência na construção da nossa personalidade, o nosso passado a vai moldando e influenciando. Belíssimo o teu poema.

Beijo e bom fim de semana.

 
At 2/6/07 01:47, Blogger MiaHari said...

Fiquei sensibilizada com o facto de teres identificado o quadro comigo, antes que eu o tivesse afirmado...
Não deixa de ser curioso...
Beijinho

 
At 2/6/07 01:53, Blogger Som Do Silêncio said...

Simplesmente lindo o teu poema amiga.
Como é bom ler-te.
Um Beijo em Silêncio

 
At 2/6/07 16:06, Blogger MCosta said...

Arrebator e profundo, simplesmente.
Um abraço emocionado...

 
At 2/6/07 17:50, Blogger Plum said...

O tempo e a distância nada são quando se ama!!!Bom fim de semana!*

 
At 2/6/07 21:51, Blogger DE-PROPOSITO said...

A distância a ilusão,
de estares longe de mim,
aqui do lado a certeza,
de te ter até ao fim.

...........
A certeza.
Atenção que certezas, por vezes são incertezas.
Fica bem.
Felicidades.
Um beijinho para ti.
Manuel

 
At 2/6/07 22:24, Blogger luna e neptuno said...

São ciclos, assim é
beijos

 
At 2/6/07 23:14, Blogger brisa de palavras said...

Leva-me contigo no vento...
tantas vezes queria ir com o vento...e parar sabe-la onde...
um abraço

brisa de palavras

 
At 2/6/07 23:55, Blogger Betty Branco Martins said...

Querida Carla

_____coração a bater______nas distâncias do tempo______bate a ausência_______como velas ao vento

Beijinhos com carinho
BDomingo

 
At 2/6/07 23:56, Blogger Escorpiana Explosiva said...

seu poema esta demais e cada palvras q acabo de ler tocou muito dentro de mim só deus sabe como foi bom ler isto no momento em q mais precisava,bom fds.

 
At 3/6/07 00:06, Blogger Professorinha said...

Muitas vezes a distância em vez de diminuir o amor, aumenta a paixão. Um pouco de ar ateia uma fogueira...

Beijinhos

 
At 3/6/07 06:52, Blogger impulsos said...

Por vezes,a distancia é só física, pois no sentimento... não existem distancias!

O teu poema diz tanto acerca do teu sentir, minha amiga!...
Gostei muito, como gosto de tudo o que escreves sempre.

Beijo num impulso meu

 
At 3/6/07 11:44, Blogger Entre linhas said...

Passei por aqui para te desejar um Domingo muito feliz.

Tenho a tua linda cidade no último post do meu blog lololol

Beijinhos Zita

 
At 3/6/07 14:38, Blogger DelfimPeixoto said...

Lindo, sentido, e como sempre,inspirador!
Jnhs

 
At 3/6/07 20:11, Blogger Bia said...

Olá!
"ciclos vão e vêem"...
é a vida de quem ama...
Um beijo

 
At 4/6/07 10:55, Blogger Dhyana said...

Repousa no inverno para que possas erguer na primavera.
Beijos...

 
At 4/6/07 11:23, Blogger S.M.R. said...

Daqui a uns tempos venho ver estas fotos todas, assim que vierem as Ferias:-)

UM BOM DIA!
SONY:-)

 
At 4/6/07 15:06, Blogger Lia said...

E a roda da fortuna gira, fazendo com que o tempo passe, tal como as marés...
Seremos fruto de um tempo?

Um beijo

 
At 4/6/07 16:20, Blogger Espirito da Lua said...

Gostei muito bonito texto ;)

Bj Lua

 
At 4/6/07 18:46, Blogger Fernanda said...

Lindos versos!

... também gosto de andar ao sabor do vento...

Bjs

 

Enviar um comentário

<< Home

Free counter and web stats