Serenidade

Sensibilidade...

13 maio 2006

"O Seu Norte"

Mais uma semana se passou e… Ela… continua com a sensação de que o tempo passa e… Ela … sem saber como nem porquê deixa-se levar por ele, não sente o tempo passar e ao mesmo tempo sente que o tempo passa e Ela nada faz, apesar das muitas e variadas tarefas realizadas.
Por mais trabalho que tenha em mãos não gosta de deixar de fazer, ou deixar para outrem, serviço que lhe é e era destinado.
Depois… no fim, apesar do cansaço, sente-se realizada. Mas… no durante, desespera. Nesta última azáfama de serviço (normal, adicional e alguns mais imprevisto) deu por si com sensações nunca antes sentidas, apesar de já ter passado por situações semelhantes! Deu por si com um nervosismo nunca antes sentido de uma forma tão intensa e, com manifestações físicas do mesmo, igualmente nunca antes sentidas.
Pode-se dizer que sentiu como que uma tempestade a pairar apenas sobre si. Uma tempestade que pelo meio teve momentos de acalmia… de lazer, se não fossem estes escassos momentos, a tempestade derrubava-a por completo, certamente.
Mas …a tempestade está a passar!
O azul do céu já é avistado ao longe!
No entanto… a sensação que o tempo passou e que não o viveu convenientemente continua.
Ela sente-se desorientada.
Não sabe ao certo onde está o Seu Norte.
Ou será que sabe?!
Mas se o sabe, tem a percepção que quer seguir esse caminho em direcção ao Seu Norte, mas não sabe como. Sente que já iniciou o caminho, mas… este ainda é tão desconhecido e … solitário! Sente que ainda falta encontrar as pessoas certas (mas sabe que isso acontecerá no momento certo) para que a direcção ao Norte não seja tão incerto, tão pouco definido, sem direcção.
Ela sente que anda à roda! Anda, anda e anda e volta sempre ao mesmo ponto!
Porquê?! Se Ela tem tanta ânsia de viver e de cada vez mais ter a direcção um pouco mais definida.
Não anseia chegar ao seu Norte rapidamente, deseja sim orientar-se em direcção a Ele!

4 Comments:

At 14/5/06 20:42, Blogger MiguelGomes said...

E se o Norte não fosse no Norte? Mas noutro lugar qualquer? :) Vale a pena viagem, sempre, por isso aproveita... E o pensamento de solidão, é apenas o fechar dos olhos à vida... Não estamos, nunca, sozinhos, sabes disso :)

Fica bem,
Miguel

 
At 4/7/06 10:31, Anonymous Anónimo said...

Interesting site. Useful information. Bookmarked.
»

 
At 21/7/06 06:57, Anonymous Anónimo said...

Nice colors. Keep up the good work. thnx!
»

 
At 23/7/06 01:08, Anonymous Anónimo said...

I find some information here.

 

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home

Free counter and web stats