Serenidade

Sensibilidade...

01 setembro 2008

Volta o tempo

(Foto de Serenidade)


Volta o tempo, que já o foi,
sem o ser no presente.
Recomeça o momento,
da despedida,
da chegada,
da saudade,
da alegria incontida,
de meus olhos contemplarem os teus,
dos teus lábios tocarem os meus.
Volta o tempo,
pedras roladas,
conhecidas,
novamente trilhadas.
Volta o tempo que nunca o foi
tempo sábio,
arquitectado com meu fado.



"O maior prazer que alguém pode sentir é o de causar prazer aos seus amigos."

9 Comments:

At 1/9/08 22:16, Blogger daniel said...

Serenidade

Um poema de sensibididade de que gostei.
Depois idenfiquei-me muito com o pensamento de grande Voltaire.
Em suma, em bom post.
Daniel

 
At 1/9/08 22:23, Blogger Black Rose said...

O reinicio do ciclo, a dança do fado...

 
At 1/9/08 22:47, Blogger Maçã com Canela said...

Tempo.. sempre o tempo.. ora trás ora leva... ora esconde... ora encontra... será nosso fado?
Nem que vivamos 100 mil anos como nos diz o nosso amigo... o tempo, todo esse tempo, servirá para sermos nós proprios...
ás vezes detesto essa passagem e essa paragem do tempo!!!

Um beijo!

 
At 2/9/08 09:22, Blogger José Miguel Gomes said...

Bem-vinda amiga :)

Fica bem,
Miguel

 
At 2/9/08 09:22, Blogger poetaeusou . . . said...

*
belo poema
parabéns
,
fado
da amizade
cantado
pelo tempo trilhado
na saudade
de um presente recomeçado
,
conchinhas
deixo-te
,
*

 
At 2/9/08 09:48, Blogger Silvia Madureira said...

Olá:

Venho eu do blog "serenismo" e agora encontro o teu...

Os dois se complementam no tema...

O tempo não espera é uma verdade...ao longo da sua passagem criámos a nossa história...construída de pedaços de dor ou de cor.

beijo

 
At 2/9/08 15:40, Blogger Vieira Calado said...

Sim. O tempo e o fado, confundem-se.
São parte integrante um do outro.
Bjs

 
At 3/9/08 01:49, Blogger andorinha said...

É na memória que o tempo se renova.
Voltando a ser.

 
At 3/9/08 08:30, Blogger @zulebranco said...

Bom dia amiga.

Que belissímo poema, muito a condizer com todo o teu sentir e ser, gostei muito e desta feita até da frase que seleccionaste mas Voltaire é Voltaire grande em tudo até como Homem.

Um sorriso bem rasgado para ti

 

Enviar um comentário

<< Home

Free counter and web stats