Serenidade

Sensibilidade...

09 novembro 2007

Vestígios de ti

(Foto de Serenidade)



Vestígios de ti perduram
na ânsia de ao meu lado te ter
reviver o momento da união
não mais sentir devassa solidão.

Retiro forçado, vestígios detidos,
prisioneiros nas muralhas encantadas,
que te encerram na noite de meu luar,
que perduram no dia, suave clamar.

Indícios de voos nas asas do vento,
nos teus braços o suave abrigo,
teu regaço o alimento, doce ninho.

Vestígios de ti, delicados, perduram,
na noite longa, escura, a Lua é tua,
luar que irradia o Amor que perdura.



"Por que choras a perda do que em realidade te prendia?"
Trigueirinho


22 Comments:

At 8/11/07 22:37, Blogger Obscuridade Translúcida said...

Os vestigios perduram como se de uma "peste" se tratasse, não tem cura...

Este Amor é de facto profundo e está a direccionar a tua escrita para a excelência...

Estás a voar alto...

 
At 8/11/07 23:32, Blogger @zulebranco said...

Como tudo em nós deixa marcas,
Umas com tempo atenuam,
outras ficam enterradas como farpas,
Momentos bons foram, outros continuam,

A vida é coisa breve, como uma passagem de autocarro, Nossos momentos bons,devemos saboreá-los devagar com prazer, A saudade é memória de tempos que em nós ficaram...A vida é o hoje os nossos amigos, que connosco contam e com quem nós contamos no presente no futuro.....Sorriso grande para quem tem vestígios de..., para quem o amor perdura

 
At 8/11/07 23:52, Blogger Lia said...

esses vestígios permanecem sempre... enquanto o sol nascer e voltar esconder-se além dos horizontes... ainda assim permanecerão... e serão sempre parte de ti...

um beijo doce cheio de carinho

 
At 9/11/07 10:31, Blogger Entre linhas... said...

Existemmarcas que permanecem para todo o sempre,mesmo que por vezes sejam atenuadas comnovos horizontes.
Bjs Zita

 
At 9/11/07 11:12, Blogger impulsos said...

"Por que choras a perda do que em realidade te prendia?"

Talvez porque a perda seja maior do que a prisão que tinha...

Vestígios que se colaram ao corpo e à alma e que teimam em não querer sair...

Lindo soneto, querida serenidade!
Gostei muito, claro.

Beijinho

 
At 9/11/07 11:31, Blogger Branca said...

Olá amiga!
Passei por cá para te desejar um bom fim-de-semana :)

Ainda não me esqueci do passeio, quando organizar a minha vidinha combinamos isso, prometo!

Beijinhos! Fica bem :)

 
At 9/11/07 16:41, Blogger Girafa cor de rosa said...

Olá serenidade! Já há algum tempo não visitava o teu cantinho, continua magnífico com textos escritos de uma forma deliciosa. Vim desejar-te um excelente Fim de Semana! Beijos.

 
At 9/11/07 20:04, Blogger Silvia Madureira said...

Vestígios...existem e não se apagam facilmente quando se referem a amor são como tatuagens...

"Em cada gesto perdido, escondido, eu sou igual a ti".

Agora recordei-me da canção de Jorge Palma e Mafalda Veiga..."Tatuagens".

beijo

 
At 9/11/07 23:24, Blogger Joseph said...

Carla
Olá

Este teu poema vem na linha do anterior, e, contràriamente ao que alguns dizem, eu noto nestes últimos poemas alegria e amor.
Estarei errado?
Espero que não.

Vai ao meu blog e diz-me qualquer coisa.
http:para-la-caminho.blogspot.com

Eu já te linkei.

Beijos amigos.

 
At 10/11/07 10:39, Blogger Kapikua said...

vestígios da tua escrita perduram em mim desde que te "conheci"...

beijo

 
At 10/11/07 11:28, Blogger John Lemmos said...

Olá
Apenas deixo um vestígio de que por aqui passei...
Bom fim de semana.

**beijo**

 
At 10/11/07 13:51, Blogger Menina do Rio said...

Vestígios de ti em minha pele;
em minha alma que afagas
no suave abrigo dos teus braços...

Querida, bom te ler nesta manhã!
Desejo que teu final de semana seja lindo!

Sorrio-te :)

 
At 10/11/07 16:43, Blogger rosa dourada/ondina azul said...

"Vestiígios de ti perduram"
Marcas que prevalecem
Não é possível apagar...


Beijinho,

 
At 10/11/07 17:47, Blogger Papoila said...

Os vestígios as marcas de quem amamos tatuam-nos corpo e alma.
Que bom recber-te no campo.
A tua poesia é suave e bela.
Beijo

 
At 10/11/07 19:55, Blogger saturno said...

Olá!!

Lindo....:-)
Há pessoas fantásticas que deixam belas marcas na nossa vida, mas por vezes perdemo-las de várias formas e essa ausência deixa-nos a enorme saudade...

Beijinhos!!

 
At 10/11/07 22:30, Blogger multiolhares said...

Vestígios, marcas, vida escrita nas estrelas
Beijinhos
luna

 
At 11/11/07 12:44, Blogger O Sentir dos sentidos said...

E que perdure para um sempre...os vestígios...as marcas, de um grande amor...não importa se partiu,ou se não tem mais volta...valeu!!! Valeu Muito o Tempo, em que...contigo esteve.

Recebe meu beijo Comsentido,

 
At 11/11/07 13:25, Blogger rosa dourada/ondina azul said...

Um belo Domingo te vim desejar !


Beijinho,

 
At 11/11/07 18:20, Blogger Silvia Madureira said...

Tens pequena oferta no meu blog.beijo

 
At 12/11/07 09:54, Anonymous Secreta said...

Vestigios esses que fazem companhia , sempre.
Beijito.

 
At 12/11/07 17:48, Blogger * Ju * said...

so pa dizer que tou muuuito feliz por ti :)))

e desejo-te tuuuudo de bom :)

beiju enorme linda*
P.S. Continuas com lindas imagens... e textos fenomenais... Obrigada :)

 
At 12/11/07 21:06, Blogger multiolhares said...

Deixo um beijinho de boa noite
luna

 

Enviar um comentário

<< Home

Free counter and web stats