Serenidade

Sensibilidade...

19 maio 2009

Mágicas palavras


(Foto de Serenidade)



As palavrinhas mágicas,
enchem-me de alegria,
proferidas com tua doçura,
alegram o agitado dia.

A formosura das letras,
unem-se na perfeição,
exalam imensa doçura,
saboreio-as com paixão.

Ora pedidas com meiguice,
ora naturalmente proferidas,
são melodia para os ouvidos,
de quem te é muito querido.

O som ecoado no meu coração,
das doces letras unidas com amor,
voam através das partículas atómicas,
colidem na carapaça, que abalou, sem favor.
"De que adianta correr quando estamos na estrada errada?"
(Provérbio Alemão)

7 Comments:

At 19/5/09 13:52, Anonymous Anónimo said...

" O amor tem estas coisas... e que quero dize-lo, para que se perpetue, Carla, meu doce, eu AMO-TE…
Um mimo e um carinho"

 
At 20/5/09 01:21, Blogger KrystalDiVerso said...

Palavras Mágicas!... Palavras admiráveis, essas!... Quando bem coordenadas pelo objectico a que se propõem, assumem formas de chave-mestra que tudo abrem!... Capazes de abrir o coração mais teimoso, mais precavido, mais empedernido. Depois... podem tornar-se repetitivas e começa a desconfiar-se do molde que as serviu; algumas acabam por deformar-se pelo tempo, pela alteração das formas, esse pequeno detalhe que desvanece a palavra, a magia, convertendo-se numa navalha enferrujada que já nada pretende abrir. Admirávelmente, fica bem cravada no coração, na desilusão e até na Alma de que acreditou naquele coelho sacado da cartola!...
Talvez haja corações mágicos, seres mágicos, sedutores mágicos que se apaixonam e respeitam a magia das palavras simples, dos sorrisos simples, da simplicidade mágica do Amor, da Amizade ou da, ainda, mais simples companhia de serenos afectos confidentes. Esses, admiravelmente mágicos!...

Sua serenidade é admirável!...

Escolha entre... beijos e abraços

 
At 20/5/09 16:07, Blogger gaivota said...

que lindo poema, carla
para quê correr se o caminho não é o certo???
beijinhos

 
At 21/5/09 15:55, Blogger Isabel José António said...

Querida mana Carla,

Lindíssimo poema este que fizeste. Parabéns já uma palavra tão gasta, mas parece que não há outra.

Palavras que trazem som
Que transportam intenção
Que não saem sequer do tom
Se vives de facto sem ilusão

Palavras que tu me falas
Direitas ao meu coração
Não trazem nos olhos palas
E apontam para a transformação

Um beijinho com muito carinho

Isabel e José António

 
At 23/5/09 16:24, Blogger IsaMar said...

As palavras magicas aquecem-nos o coração. Fazem-nos crescer...ajudam-nos a caminhar na vida com mais vontade, com mais optimismo...
Beijinhos

 
At 24/5/09 13:32, Blogger De Amor e de Terra said...

O amor, minha menina, tem uma linguagem "gasta", às vezes "ridícula" como dizia Fernando Pessoa, mas continua a ser a melhor e mais doce de todas as linguagens.
E é tão bom sonhar...não sonhos impossíveis, mas aqueles que sonhamos a par de alguém!...

E para a Serenidade, beijos serenos.

Maria Mamede

 
At 25/5/09 08:10, Blogger Princesa said...

As pessoas mais felizes
não têm as melhores coisas.
Elas sabem fazer o melhor
das oportunidades que aparecem
em seus caminhos.

Boa semana
um beijo

 

Enviar um comentário

<< Home

Free counter and web stats