Serenidade

Sensibilidade...

22 outubro 2006

...um dia...


O mar enrola-se na areia,
abraça-a.
A areia sente o seu abraço...
...apertado, sentido…
eu sinto-o.... não sentindo
abraço... não abraçando
Delicio-me com o horizonte
imagino lá o que será...
o que virá...
o que viverei...
o que sentirei...
o que quero….
Imaginação?
Sim….
...talvez um dia…

5 Comments:

At 23/10/06 00:22, Blogger Janine Bettencourt said...

Que bom seria um dia só que fosse voar além mundo até aos limites da minha imaginação...
Conciso o seu pensamento... porém muito lúcido e esclarecedor.
Uma boa semana...
Jana Bettencourt

 
At 23/10/06 00:45, Blogger greentea said...

sim talvez um dia quando as buganvilias alegremente florirem...

 
At 23/10/06 05:03, Blogger pitanga said...

Deliciar-se com o horizonte? Por que não? Imaginar o que há de vir, tem força. Acabamos por trazer para perto de nós o amanhã. Do jeitinho que imaginamos.

beijinhos serenos e doces

 
At 23/10/06 11:24, Blogger sentidos said...

Bonitas palavras. Apenas podemos sonhar e imaginar sobre o que existirá além do horizonte. Um mundo diferente, espero eu...
Obrigado pelo teu terno comentário no meu espaço.

Um sopro sentido

 
At 23/10/06 23:12, Blogger IsaMar said...

Lindo poema...bem sentido.
Um dia...tornar-se-á real.
O horizonte...é sempre mais além...
Sentir é algo que temos vivo...dentro de nós...é ter vontade de atingir a felicidade.
Sonharmos com algo é quase atingi-lo...
Um dia...abraçarás o que tanto sentes...Acredita.

beijinhos madeirenses

 

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home

Free counter and web stats