Serenidade

Sensibilidade...

11 agosto 2013

És o meu caminho

 
(Foto de Serenidade)

Hoje, percorri cada pedaço de ti
toquei-te como nunca aconteceu
saboreei cada porção do teu aroma
degustei-me com a tua voz que permaneceu,
 
na loucura de uma viagem sem fim anunciado,
iniciada entre letras tímidas e desengonçadas,
diálogos ténues de reconhecimento de território
transformadas em significados abençoados.
 
Hoje tocamo-nos na loucura de um sentir renovado,
com a gratidão do desencontro demorado
na ânsia que em cada toque existe
os fluidos dos nossos corpos misturados…
 
…na nudez de uma noite de verão,
prolongamos a ternura partilhada,
acariciamos a noite que nos contempla
sou grata por me sentir tão amada.


"Amo como ama o amor. Não conheço nenhuma outra razão para amar senão amar. Que queres que te diga, além de que te amo, se o que quero dizer-te é que te amo?"

2 Comments:

At 29/8/13 09:23, Blogger Branca said...

Olá :)
Percebi estes dias que já sentia saudades dos amigos de cá...
Fico contente por aqui te encontrar na mesma e bem :D

Beijinhos

Branca

 
At 29/8/13 10:43, Blogger @zulebranco said...

Na estrada dos sonhos,
Há um ciclo de memória,
onde vida e morte são história,
Os amores e desamores são a constante no percurso percorrido,
na virtiude e no vício da solidariedade ou solidão serão marcas de sentido, onde tudo vive, da memória dos sonhos nessa estrada,
(prosa dedicada a ti)

sorriso rasgado

 

Enviar um comentário

<< Home

Free counter and web stats