Serenidade

Sensibilidade...

27 fevereiro 2006

Amor...
que procura tão feroz, infindável e perpétua!
É ilusão e desilusão!
Alegria inebriante e tristeza sem razão!
Companhia e solidão!
Quando presente a intensidade da procura aumenta!
Quando se perde... o buraco parece não ter fundo!
É a queda no abismo da desacreditação!

0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home

Free counter and web stats